RAZÃO DE SER

Grande parte das situações de discriminação está relacionada com mitos, crenças e atitudes sociais estigmatizantes presentes na população geral, que se revelam um obstáculo à integração de crianças, jovens e adultos que vivem com VIH/hepatites em diversos setores e contextos (tais como escola, formação, trabalho, centros de dia ou lares). Por outro lado, as próprias pessoas alvo de discriminação desconhecem os seus direitos e sentem-se incapazes de os defender.

Na componente formativa do CAD atuamos em ambas as frentes, formando e informando populações chave da comunidade e capacitando as pessoas com VIH/hepatites (e/ou entidades que as representam e apoiam) para conhecer e saber defender os seus direitos.

Deste modo, adotamos uma abordagem preventiva, promovendo a atualização dos conhecimento sobre estas infeções, desmistificando crenças e mitos, e incentivando as melhores práticas de acordo com o saber científico atual e com a defesa dos direitos Humanos.

MISSÃO E OBJETIVOS

A componente formativa do CAD pretende capacitar as pessoas com infeção VIH/hepatites e os agentes da comunidade em diversos sectores chave (saúde, laboral, social, escolar, etc.) para diminuir o estigma e evitar/atuar perante situações de discriminação, privilegiando uma abordagem ética à doença e à pessoa com doença e a defesa dos Direitos Humanos.

Em específico, os objetivos desta componente do CAD são:

  • Capacitar pessoas que vivem com VIH/hepatites, ativistas e profissionais das ONG com bases científicas e legais, para que saibam identificar e atuar perante situações de discriminação e/ou evitar a concretização do ato discriminatório e respetivas consequências;
  • Promover atitudes e condutas favoráveis à integração e aceitação de pessoas que vivem com VIH/hepatites em setores chave da comunidade, relacionados com a educação, formação, trabalho, e apoio social;
  • Dotar profissionais de saúde com os conhecimentos mais atualizados e cientificamente comprovados sobre a infeção VIH, de modo a poderem aplicar as práticas mais adequadas dos pontos de vista ético e científico no desenvolvimento da sua atividade profissional;
  • Capacitar professores do ensino básico/secundário para trabalhar com os seus alunos questões ao nível da educação sexual, tolerância e igualdade, tanto de forma mais direta através de atividades específicas, como pelas suas atitudes e linguagem utilizada;

Oferta Formativa

A oferta formativa do CAD e respetiva população alvo prioritária, é a seguinte:

Para pessoas que vivem com infeção VIH/Hepatites, ativistas e ONG da área:

  • Formação sobre VIH, Direitos Humanos e Discriminação, capacitando para a identificação e atuação perante situações de discriminação e/ou desrespeito dos direitos Humanos – Formação de 7h
  • Formação sobre Confidencialidade e Proteção de dados pessoais, para entidades que trabalham com populações vulneráveis – Formação de 7h
  • Formação sobre Integração e Envolvimento de populações vulneráveis por parte das entidades que as apoiam e acompanham – Formação de 7h

Para profissionais da área social (eg. Centros de acolhimento, centros de dia, lares, residências, serviços de apoio domiciliário):

  • Formação sobre VIH nas Estruturas de apoio Social, dirigido a Dirigentes e Técnicos de Lares/residências/Serviços de Apoio Domiciliário bem como técnicos na área social. Pretende desmistificar dúvidas sobre o risco de integração de pessoas com VIH/Hepatites nestas estruturas, promovendo uma melhoria nas atitudes, práticas e procedimentos, de acordo com o saber científico atual e com uma abordagem baseada na ética e na defesa dos direitos Humanos – Formação de 7h

Para empresas e formação profissional:

  • Formação sobre VIH no Contexto Laboral e/ou Formação Profissional, dirigido a chefias e colaboradores de empresas, bem como a técnicos de emprego e/ou de formação profissional. Pretende desmistificar dúvidas sobre o risco de integração de pessoas com VIH/Hepatites no contexto de trabalho e de formação profissional, promovendo uma melhoria nas atitudes, práticas e procedimentos, de acordo com o saber científico atual e com uma abordagem baseada na ética e na defesa dos direitos Humanos – Formação de 7h

Para profissionais de saúde (com especial ênfase nas áreas dos cuidados de saúde primários e medicina ocupacional):

  • Formação sobre VIH e o papel dos Profissionais de Saúde, dirigido a médicos e enfermeiros. Pretende dotar os profissionais de saúde com os conhecimentos mais atualizados e cientificamente comprovados sobre a infeção VIH, de modo a poderem aplicar as práticas mais adequadas do ponto de vista ético e científico no desenvolvimento da sua atividade profissional – Formação entre 7h a 12h

Para professores, auxiliares e outros agentes educativos:

  • Formação (creditada) na área da tolerância, igualdade e não discriminação, em especial nas questões relacionadas com a sexualidade (orientação sexual, identidade e igualdade de género, violência no namoro, promoção de comportamentos saudáveis), capacitando os professores para trabalhar estas temáticas com os seus alunos em contexto de sala de aula.- Curso de Formação de 12h presenciais, creditado pelo Conselho Científico da Formação Contínua de professores;
  • Formação sobre VIH no Contexto Escolar, dirigido a professores, educadores, auxiliares e outros agentes educativos. Pretende desmistificar dúvidas sobre o risco de integração de crianças e jovens com VIH/Hepatites no contexto escolar, promovendo uma melhoria nas atitudes, práticas e procedimentos, de acordo com o saber científico atual e com uma abordagem baseada na ética e na defesa dos direitos Humanos – Formação de 7h

Metodologias

As formações do CAD são sempre dinamizadas por 2 a 3 formadores de diferentes áreas, de modo a transmitir informação detalhada e poder dar resposta a todas as questões relacionadas com situações de discriminação nos diversos contextos.

Para facilitar as aprendizagens e assimilação dos conteúdos, a exposição de informação é complementada com atividades, exercícios e discussão de casos, de modo a promover um auto-questinamento das crenças anteriores, e facilitar a aplicação dos novos conhecimentos ao contexto real.

Resultados

Até final de 2019 o CAD desenvolveu 162 ações de formação em todo o país, direcionadas para ONGs, PVVIH/Hepatites e ativistas, profissionais de saúde, estruturas de apoio social, centros de formação profissional, empresas, professores e jovens. Nestes 10 anos, formámos 3.898 pessoas, na área do VIH, Direitos Humanos e Discriminação, ficando mais preparadas para receber e integrar as PVVIH nas escolas, formação profissional, empresas, serviços de saúde e estruturas de apoio social.

No ano de 2019 foram desenvolvidas 7 formações para técnicos, formadores e formandos do IEFP (Lisboa, Santarém, Porto, Setúbal), 2 formações para entidades parceiras dos concelhos de Oeiras e Cascais, que trabalham ao nível do apoio social e de saúde, uma sessão para utentes da Casa Jubileu (PVVIH/hepatites), e outra para colaboradores do CEPAC, uma associação que dá apoio à população imigrante, perfazendo um toral de 384 pessoas formadas.

Contexto População Abrangida (até Dez.2017) Sessões Pessoas
ONG
  • ONG da área do VIH/populações vulneráveis
  • Pessoas que vivem com VIH
  • Ativistas
31 495
Laboral
  • Membros da Plataforma Laboral
  • Empresas (Águas de Portugal; Soares da Costa; etc)
  • ACT (Autoridade para as Condições do Trabalho)
  • AEP; AIP e CIP
  • Centros de Formação Profissional (IEFP)
38 941
Social
  • Inst. Segurança Social
  • Estruturas de apoio social (Lares; SAD; Infantários; c. acolhimento, etc)
37 1241
Educação
  • Professores e auxiliares
15 421
Educação
  • Jovens
16 116
Saúde
  • Enfermeiros (SEP)
  • Médicos do trabalho
  • Profissionais de Saúde dos Cuidados de Saúde Primários
13 289
TOTAL 150 3503

Distritos Abrangidos

Distritos Abrangidos

Para conhecer os resultados do CAD referentes a esta valência em maior detalhe aceda ao Relatório 2019.

Se desejar promover o desenvolvimento de uma destas ações de formação na entidade onde trabalha, ou se pretende abordar estas temáticas mas nenhum dos formatos acima descritos se adequa à realidade da sua entidade, por favor contacte-nos através do mail: ana.duarte@sermais.pt

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar